UNITAU terá 31 projetos de extensão em 2022

06/01/2022

Extensão, Projeto de Extensão, Comunidade, PREX, UNITAU

A Universidade de Taubaté (UNITAU) terá, em 2022, um total de 31 projetos de extensão em atividade. Além dos 29 projetos já existentes, outros dois foram aprovados no ano passado pela Pró-Reitoria de Extensão (PREX).

As novas propostas para ano de 2022 são: Identificação e orientação de estudantes com altas habilidades/superdotação nos ensinos superior, médio e fundamental e Avaliação e reabilitação neuropsicológica cognitiva de paciente com história de infecção por SARS-CoV-2 (Covid-19).

 “A ideia desse projeto é atender os alunos que tenham essa superdotação, que estejam no ensino fundamental, médio ou superior de Taubaté. Para que nós possamos atender esses alunos, precisamos, primeiramente, reconhecê-los. Esse projeto que eu submeti é para que tenha toda essa identificação, para saber quem são esses alunos. Muitas vezes, os próprios alunos e famílias não sabem e as escolas também não”, afirma a Profa. Ma. Fernanda Cardoso Fraga Fonseca, do Departamento de Psicologia da UNITAU e coordenadora do primeiro projeto aprovado.

Segundo a professora, será necessário um trabalho de reconhecimento por meio de escalas, de observação de comportamento e avaliações psicológicas. Ela destaca a importância da oferta desse serviço de forma gratuita à população.

“Pagar para fazer na rede particular, pagar um psicólogo para isso é muito caro. Nossa ideia é abrir para que as pessoas tenham acesso a uma avaliação psicológica sem custo e, por meio disso, causar um impacto produtivo na sociedade de Taubaté”, explica.

Já o projeto que envolve pacientes pós-Covid vai buscar identificar danos neurológicos e promover o tratamento. “Desde o início da pandemia, uma das coisas que temos descoberto é que pacientes que tiveram Covid, mesmo aqueles com quadros leves, acabaram tendo danos neurológicos cognitivos, ou seja, danos associados à memória, problemas de atenção, de planejamento, de raciocínio lógico”, comenta o Prof. Dr. Marcelo de Oliveira Fonseca, coordenador do projeto e docente de Psicologia na Universidade.

De acordo com o psicólogo, as etapas devem abranger a avaliação neuropsicológica do paciente por meio de testes e o encaminhamento para tratamento no Centro de Psicologia Aplicada (Cepa) da UNITAU.

“Como a pandemia é muita nova e nós temos poucos estudos sobre isso, o projeto também vai propor ao final um artigo científico explicando os resultados”, relata o coordenador.

A Pró-reitora de Extensão, Profa. Dra. Letícia Maria Pinto da Costa, destaca o impacto que projetos como esses têm, tanto nos alunos quanto na sociedade.  “Temos reforçado muito com os professores para passarem aos alunos a importância de eles se envolverem em projetos sociais, em projetos que têm em foco o meio ambiente, a saúde, a tecnologia, mas sempre com esse olhar voltado às necessidades das comunidades”.

Para a Pró-Reitora, a participação de projetos na seleção ocorrida ao final de 2021 foi um sucesso. “Acredito que todo esse esforço teve um excelente resultado. Tivemos mais de 20 novas propostas apresentadas e isso não acontecia há muito tempo na Universidade. Esse é o resultado do trabalho que a PREX vem desenvolvendo, de conscientização para que a formação do aluno passe pelo ensino, pela pesquisa e agora também pela extensão”.

Os professores coordenadores colocam-se à disposição para mais informações sobre os novos projetos. Quem quiser falar com a professora Fernanda, pode enviar um e-mail para  fernanda.cffoseca@unitau.br. O contato do professor Marcelo é o marcelo.ofonseca@unitau.br.

Quem quiser conhecer mais sobre os projetos de extensão desenvolvidos pela UNITAU é só clicar aqui.

 

Ariane Galhardo

ACOM/UNITAU