UNITAU recebe membros da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA)

12/02/2020

Pós-graduação, Acontece

Encontro aconteceu nesta quarta-feira, 12, no Salão de Atos, e tem o objetivo de promover parceria entre JICA e universidade

A UNITAU recebeu nesta quarta-feira, 12, membros da Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA e da Diretoria de Ensino de Taubaté. O evento, aberto pela professora Dra. Nara fortes, também contou com a presença de vários professores. Na ocasião, a comitiva assistiu a uma apresentação sobre as iniciativas da universidade na área ambiental e das parcerias que a UNITAU tem com o município de Taubaté e a comunidade.

“Esse convite partiu da professora Roxane, da Pró-reitoria de extensão e da secretaria de educação de Estado de São Paulo. Ela propôs que eles viessem conhecer a estrutura da UNITAU e das atividades que já realizamos na área ambiental. A ideia é fecharmos uma parceria com a JICA para conseguir apoio na formação dos professores da rede municipal e estadual de Taubaté, por meio dos nossos cursos de pós-graduação e de extensão”, explica a professora Thais Travassos, Coordenadora de Cooperação Internacional da UNITAU.

O projeto de internacionalização tem o objetivo de trocar conhecimentos e pesquisa com o Japão, e irá beneficiar diretamente professores e alunos da UNITAU e, secundariamente, a comunidade de Taubaté. “Hoje nós plantamos essa semente, para ver quais seriam os caminhos legais para firmar essa parceria e beneficiar nossos alunos e professores. Essa é uma grande oportunidade deles terem contato com novas culturas e novas formas de pesquisa”, afirma o professor Renato Rocha, Coordenador do Núcleo de Gestão e Execução de Convênios da UNITAU.

“Estamos muito otimistas com a possibilidade de conseguirmos apoio por meio de bolsas de estudo para o mestrado dentro da temática de educação ambiental. A nossa ideia, em um futuro próximo, é que esses professores formados no mestrado façam parte de um núcleo de apoio de profissionais da área ambiental da região metropolitana do Vale do Paraíba”, reitera o professor Paulo Fortes, que também é Secretário do Meio Ambiente do Município de Taubaté.

ACOM/UNITAU