Câncer de próstata: professor tira dúvidas sobre a doença

11/11/2019

Saúde, Servidor, Ser melhor, Professor, Medicina, Dicas

 

            O câncer de próstata é um dos mais frequentes entre os homens. Anualmente, são cerca de 70 mil novos casos em nosso país.

            O mês de novembro foi o escolhido para conscientizar a população sobre esta doença, que não apresenta sintomas iniciais.

            “Precisamos criar uma mentalidade de saúde e prevenção. Fazer o exame não diminui a virilidade do homem ou fragiliza sua condição masculina”, comenta o Prof. Dr. Flávio Salgado, do Departamento de Medicina, que tirou mais algumas dúvidas sobre o câncer de próstata.

 

  • Quais são os sintomas iniciais do câncer de próstata e qual é a faixa etária mais afetada?

O câncer de próstata, no começo, não apresenta nenhum sintoma. A prevenção deve começar a partir dos 50 anos de idade, mas essa doença pode acometer pacientes mais jovens.

 

  • Quais são os fatores de risco?

Entre os principais fatores de risco estão:

    • Genética;
    • Hormônios;
    • Dieta
    • Agentes infecciosos

 

  • Qual é a chance de um homem ter câncer de próstata?

Vamos considerar que o país tem, aproximadamente, 70 mil novos casos por ano, o que confere ao câncer de próstata o primeiro lugar absoluto. Não existe um homem que não possa ter esta doença. Todos nós temos chance.

 

  • Histórico na família aumenta as chances de ter?

O histórico familiar é importante. Quanto mais casos na família maior a chance de desenvolver a doença.

 

  • O que você diria aos homens que não se sentem confortáveis em fazer o exame?

Precisamos criar uma mentalidade de saúde e prevenção. Fazer o exame não diminui a virilidade do homem ou fragiliza sua condição masculina. Os homens não são acostumados a ir ao médico, diferente das mulheres, com pré-natal, partos, filhos e vacinas. A educação tem diminuído o tabu. Temos muito a melhorar. Inclusive se o homem decidir ele tem de ter um médico capacitado para examiná-lo.

 

Fernanda de Morais

ACOM/UNITAU

 

Foto: Leonardo Oliveira