Ligas acadêmicas da UNITAU promovem campanha de prevenção ao câncer em Lagoinha

21/10/2021

Novembro Azul, Outubro Rosa, Comunidade, Prevenção, Saúde, Ligas acadêmicas, Ligas, Odontologia, Medicina, UNITAU

Neste sábado (23), os moradores da cidade de Lagoinha (SP) irão receber cerca de 40 estudantes da Universidade de Taubaté (UNITAU) para uma ação gratuita de prevenção ao câncer de mama, de útero, de próstata e de pele. A atividade, organizada pelos estudantes da Liga acadêmica de oncologia e da Liga acadêmica de diagnóstico oral e maxilo-facial, em parceria com a Prefeitura Municipal de Lagoinha, já conta com mais de 250 agendamentos. Os atendimentos e procedimentos de exames preventivos serão supervisionados pelos coordenadores das ligas e por professores dos cursos de Medicina e Odontologia.

A Presidente da liga de oncologia, Isabella Gardeli Drudi, estudante do curso de Medicina da UNITAU, comenta que as campanhas de prevenção são fundamentais não somente para os pacientes, mas também para os alunos, que colocam em prática os aprendizados adquiridos em sala de aula e recebem todo o carinho da população.

“Nossa liga existe desde 1997 e desde esse período nós fazemos as campanhas de prevenção ao câncer. Nós tivemos que interromper as ações por conta da pandemia, mas agora estamos retomando. Alguns alunos, que já se formaram, também participam das ações, mas, agora, como médicos. Sempre vamos com uma equipe bem estruturada”, relata a aluna. “Eu sou suspeita para falar porque a liga é uma das coisas mais especiais na faculdade, ela muda completamente a nossa visão sobre a Medicina. Faz toda a diferença na graduação”, pontua Isabella.

De acordo com a Secretária de Saúde e Saneamento de Lagoinha, Tânia Cristina Coelho de Souza, a iniciativa é uma das ações mais aguardadas na cidade. “A ação é de grande importância e temos uma grande adesão da população.  Eles fazem uma diferença muito grande e são esperados em todos os anos. Eu costumo dizer que essa campanha, em parceria com a UNITAU, principalmente com essas ligas que virão, já virou tradição em nosso calendário anual na área da saúde”, comenta.

A secretária ainda conta que muitos casos iniciais da doença foram constatados nessas campanhas e que o acolhimento dos universitários foi essencial para o início do tratamento de diversos lagoinhenses. “Os universitários fazem a diferença no acolhimento, nas orientações e no atendimento. Muitos casos de câncer já foram detectados em campanhas. Essa parceria faz diferença não só para uma administração que vê a preocupação da população, mas pelos próprios munícipes, que sentem a necessidade de ter uma atenção de profissionais voltados para esse cuidado da prevenção do câncer”, relata.

A futura médica, Isabella Drudi, orienta que “É necessário detectar o câncer precocemente. Existe muito tabu sobre a doença na sociedade, e as pessoas precisam entender que esse rastreamento é muito importante porque o câncer tem cura. Por isso eu acho que é tão importante a essas campanhas, para despertar na população esse sentimento de que o câncer não é algo que não tem cura”, reforça a presidente da liga.

Os atendimentos acontecem neste sábado (23), das 9h às 16h, nas unidades de Estratégia Saúde da Família do Centro e Rural, na cidade de Lagoinha.

ACOM/UNITAU