Alunos e professores são reconhecidos durante cerimônia de premiação do XII Cicted | Foto: Leonardo Oliveira/ACOM-UNITAU

XII Cicted: cerimônia premia universitários congressistas e valoriza organizadores

Link curto: https://unitau.me/3sZ1Zw6

30/11/2023 10h06 ⋅ Atualizada em 30/11/2023 17h00

ciência, Premiação, ALUNO, Graduação, CICTED, MPP, SEMEX, ENIC

 

A ciência feita de pessoas para pessoas em prol de um planeta mais sustentável e pela promoção da justiça social. Esses foram os aspectos que uniram todos os trabalhos apresentados durante o XII Cicted e toda a equipe organizadora do maior Congresso Internacional de Ciência Tecnologia e Desenvolvimento da história. Nesta segunda-feira, 27 de novembro, a história de sucesso que escrevemos juntos durante o XII Cicted ganhou mais um capítulo: a premiação dos melhores projetos apresentados na edição e a homenagem daqueles que dedicaram tempo e energia para que tudo fosse possível.

Dentre as 12 categorias que formam o Congresso, a pesquisa feita pelos universitários Leonardo Lourenço e Tatiana Tosetto ficou em primeiro lugar no ENIC Graduação, uma das categorias mais disputadas do XII Cicted. Estreando no Congresso, a dupla desenvolveu o trabalho alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 16, que prevê a Paz, Justiça e Instituições eficazes. Com foco na inovação jurídica, o projeto nasceu das reflexões levantadas no grupo de estudos Nex Law, iniciativa que Leonardo ajudou a fundar no Departamento de Ciências Jurídicas a partir da vivência como extensionista no Escritório de Atendimento Jurídico (EAJ).

 

Profa. Ma. Elaine Cristina de Moura, orientadora do trabalho vencedor da categoria ENIC Graduação, Profa. Dra. Mayra Dellu, pró-reitora de graduação, e os universitários do curso de Direito Tatiana Tosetto e Leonardo Lourenço durante a premiação do XII Cicted | Foto: Leonardo Oliveira/ACOM-UNITAU

 

Para ele, buscar soluções a partir da ciência é fundamental para melhorar a sociedade. “Quando a gente trata de temas importantes como o acesso à justiça e o combate às desigualdades, alinhando com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, é de fato muito importante. (...) E na minha perspectiva de aluno, participar de um congresso como esse é muito bom, porque valoriza a nossa pesquisa, o que a gente faz com a ciência, o que a gente ama a partir da ciência, e também valoriza o nosso esforço de ter ido atrás, de ter pesquisado e rompido as barreiras. Com certeza, é um belo ‘plus’ na nossa carreira”, comemora Leonardo. Para Tatiana, que também é membro do grupo de estudos, o resultado alcançado com a pesquisa é um incentivo para a vida acadêmica e para a vida profissional em um futuro próximo. “Para mim, [ganhar o prêmio] serviu como um incentivo para continuar com os estudos. Já tínhamos um interesse genuíno de estudar inovação jurídica e essa premiação serviu de um incentivo sem tamanho. Foi surpreendente e muito bom ganhar esse prêmio. Vamos continuar nos dedicando aos estudos e à própria carreira”, comenta a universitária.

Com brilho nos olhos e o prêmio de terceiro lugar em mãos, a universitária Maria Clara Afonso Paes representou o seu grupo e o curso de Enfermagem no pódio do Seminário de Extensão, o Semex. O relato de experiência apresenta a aplicação da Calatonia no Congresso Brasileiro de Dor, que está alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 3 - Saúde e Bem-estar- e, durante a vivência, ela e as colegas puderam não só trabalhar em equipe, como também aprender ainda mais com as professoras pelas quais têm admiração.

 


Prof. Dr. Renato Rocha entrega o prêmio de 3º lugar para universitárias do curso de Enfermagem na categoria Seminário de Extensão, orientado pela Profa. Ma. Sabrina Monteiro Morais | Foto: Leonardo Oliveira/ACOM-UNITAU

“É muito significativo [ganhar o terceiro lugar no XII Cicted], eu fico muito feliz. A gente trabalhou muito nesse relato e foi uma experiência realmente muito incrível”, comemora Maria Clara. “Acho que o que ficou mais claro pra gente é que cada vez mais precisa trabalhar em equipe, porque é um processo de troca de informação, troca de conteúdo”, complementa a universitária, que participou pela segunda vez do Congresso e vê neste primeiro prêmio a oportunidade para ir mais longe.

E as ideias em andamento também tiveram espaço no XII Cicted, na categoria Mostra de Projetos de Pesquisa, o MPP. A universitária do curso de Psicologia, Thalita Barbosa, tinha uma ideia de pesquisa guardada desde o Ensino Médio. Neste ano, já como universitária, aproveitou o Congresso para desenvolvê-la melhor até que se tornasse um projeto de pesquisa sobre a melhoria da saúde mental na inclusão da Educação Artística sustentável nas periferias, que ganhou o segundo lugar no seminário.

A futura psicóloga, Thalita Barbosa, recebe o prêmio de segundo lugar na categoria de Mostra de Projetos de Pesquisa das mãos da pró-reitora de pesquisa e pós-graduação, Profa. Dra. Monica Carniello | Foto: Leonardo Oliveira/ACOM-UNITAU

 

O projeto consiste na utilização de materiais recicláveis para a confecção das peças. “O projeto tem o objetivo de trazer inclusão das famílias, melhorar a saúde mental, é simples [de ser desenvolvido] e tem bastante benefícios”, explica Thalita, que planeja os próximos passos na pesquisa. “Eu já tenho outro projeto já agora em ativo, mas vou começar no próximo ano e aí vai ser em outra área, com os resultados”, comenta a universitária, que aconselha: “A ideia é buscar um assunto que você gosta e que precisa de melhorias e, a partir disso, desenvolver seu projeto”.

Além da premiação pelos melhores trabalhos do XII Cicted, aqueles que ajudaram a tornar o maior Cicted da história possível também receberam homenagens. Monitores e monitoras, que também são universitários e pós-graduandos e dividiram-se na organização e na apresentação de trabalhos, puderam encerrar esse ciclo com o devido reconhecimento.

O álbum completo com a cobertura da premiação do XII Cicted está disponível aqui.

E prepare-se, porque o encerramento de uma edição já marca a preparação da próxima: em outubro de 2024, celebraremos a ciência no XIII Cicted. Nos vemos lá!

Compromisso com a ciência. Universidade do Futuro, UNITAU.
ACOM/UNITAU