Projeto UNITAU Cultural estreia com valorização da arte e integração

30/09/2022

Cultura, Arte, UNITAU, História, Aluno, Professor, Comunidade

Uma experiência de valorização da arte e da cultura com a integração de um público diverso marcou a estreia do projeto UNITAU Cultural. A primeira visita do projeto aconteceu no sábado (24 de setembro) ao Museu Histórico de Taubaté com a presença de alunos, de professores e de funcionários da Universidade, além da comunidade externa.

Durante o passeio, os visitantes foram guiados pelos corredores do Museu Histórico e puderam aprender sobre o espaço, a própria cidade e alguns de seus personagens, como Félix Guisard e Maria Morgado de Abreu. O público teve oportunidade de conhecer lugares da memória da cidade e ver as transformações ocorridas ao longo dos séculos.

Para a pró-reitora Estudantil da UNITAU, profa. dra. Alexandra Magna Rodrigues, o projeto estreou com sucesso. “Essa primeira visita cumpriu sua finalidade de proporcionar à comunidade acadêmica, especialmente   aos   alunos   da   UNITAU   que   levaram familiares   e amigos, uma vivência extra-muros   fundamental para ampliar as experiências durante a formação universitária.   Atividades culturais ampliam horizontes e perspectivas do ser humano sobre o mundo, o contexto social e a vida. Esse também é o papel da Universidade.”

A Profa. Dra. Maria Fátima de Melo Toledo, pesquisadora e integrante do corpo docente do curso de História, considera que o projeto também permite o fortalecimento de práticas extensionistas, aproximando a Universidade da comunidade. “Penso que a convivência mais próxima da comunidade estudantil com a universidade, por meio de atividades culturais, é uma oportunidade para que todos nós possamos ampliar nossos conhecimentos e experiências, na medida em que a cultura é um fator importante na formação de qualquer profissional e cidadão.”

A pesquisadora, que também participou da visita guiada, destacou ainda a possibilidade de despertar nas pessoas uma memória afetiva desses espaços históricos. “Foi muito interessante, porque cada um tem uma memória afetiva desses espaços e, ao relembrá-los, isso nos aproxima enquanto seres humanos. E reforça também os nossos laços com a Instituição.”

O grupo foi recebido por uma guia do museu, Maria Luiza Santos Rodrigues. Estagiária do Museu Histórico de Taubaté e aluna do 4º semestre do curso de História da UNITAU, Maria Luiza ressaltou a interação ocorrida durante a mediação. “Foi uma experiência incrível, pessoas muito educadas, uma interação perfeita. Com certeza, se houver uma próxima oportunidade, faço questão de atendê-los. Foi muito produtivo porque pude aprender e também passar os conhecimentos que eu queria. É muito importante a visita para que eles conheçam melhor o trabalho que nós desenvolvemos no museu.”

O projeto UNITAU Cultural tem duas atividades previstas para os próximos meses. Em outubro, a visita deve ocorrer em São Luiz Paraitinga. A visita de novembro deve ser ao Museu Histórico e Pedagógico Dom Pedro I e Dona Leopoldina em Pindamonhangaba.

O projeto UNITAU Cultural é oriundo de uma parceria entre a Pró-reitoria Estudantil (PRE) e a Fundação Artística e Cultural (Funac) da Universidade. O objetivo é incentivar tanto a comunidade acadêmica quanto o público em geral a visitar os museus regionais e demais espaços históricos. Imagens da visita estão disponíveis no Flickr da UNITAU. 

Joel Ferreira

ACOM/UNITAU