Extensão universitária: Rondonistas da UNITAU relatam suas experiências em Minas e no Amapá

10/08/2022

PREX, Compromisso, Atendimento, Professor, alunos, Projeto de Extensão, Extensão, Projeto Rondon

Alunos e professores da UNITAU participaram das ações do projeto Rondon ao longo do mês de julho e agora retornaram de suas missões com a bagagem repleta de aprendizados e com um novo jeito de ver o mundo. As equipes foram divididas em duas turmas e cada uma partiu para uma operação: entre Grão Mogol, em Minas Gerais, e Calçoene, no Amapá.

A primeira equipe a embarcar foi a “UNITAU Rondon Minas Gerais”, que desenvolveu projetos focados em comunicação, meio ambiente, tecnologia e produção. O trabalho foi realizado na cidade de Grão Mogol e contou com oito alunos e dois docentes que, durante 16 dias, realizaram diversas ações. “Participei bastante das atividades em escolas, já que era minha área, com gincanas pedagógicas e educativas, o show da física. Trabalhamos cooperativamente, com liderança e lateralidade nas comunidades”, conta Paula Ramos, aluna do 8º semestre de Letras. “O lado pessoal foi o que mais me transformou. Essa convivência com outras pessoas nos faz refletir a partir dos relatos dos moradores, sobretudo das crianças. Foram diversas trocas importantes de experiências, de conhecimento, de cultura. Tudo isso me engrandeceu muito”, relembra a rondonista.

Já a segunda equipe, a “UNITAU Rondon Amapá”, partiu rumo a Calçoene (AP), no dia 8 de julho, onde puderam levar para a comunidade as atividades focadas em cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde. Até o dia 23 de julho, a equipe ministrou oficinas relacionadas aos cuidados com idosos, à saúde mental, à saúde da mulher e aos primeiros socorros. A Profa. Dra. Wendry Paixão, docente no departamento de Fisioterapia, conta que a UNITAU foi muito bem recebida em Calçoene. Para ela, essa troca de conhecimentos agrega no desenvolvimento acadêmico dos alunos e também no acolhimento emocional de todos os envolvidos. “É tão bom ver que, com tão pouco, já fazemos a diferença na vida das pessoas. Tivemos as dificuldades superadas, e os resultados positivos fortalecem a vontade de sempre se dedicar mais. Foi tudo muito gratificante”, relata a professora rondonista.

Durante a semana de volta às aulas do segundo semestre, os integrantes das equipes puderam dividir essas e tantas outras experiências com calouros e veteranos em seus departamentos. Além disso, eles receberão os certificados pela participação no Projeto Rondon no dia 16 de agosto.

 

Projetos de extensão: a UNITAU além dos muros

O Projeto Rondon tem o objetivo de proporcionar soluções sustentáveis para a inclusão social e para a redução de desigualdades regionais. A participação das equipes nessas missões são exemplos de atuação dos alunos e dos professores da Universidade de Taubaté em projetos de extensão. Juntos, eles assumem o propósito da UNITAU e vão ao encontro da comunidade, prestando atendimentos que visam à saúde, ao bem-estar, à educação, à formação, entre outras ações que melhoram a vida das pessoas. Poder estar em contato com a comunidade, a partir de todo o conhecimento produzido em sala de aula, funciona como uma ‘via de mão dupla’, em que o aluno adquire conhecimento prático e a população atendida se beneficia com soluções para a melhora na qualidade de vida, na saúde, no bem-estar e em outros aspectos. Você também pode trilhar a sua jornada universitária como aluno(a) ou professor(a) extensionista. Saiba mais sobre os Projetos de Extensão.

Compromisso com a comunidade. Universidade do Futuro, UNITAU.

Jaíne Monteiro
Bárbara Veneziani
ACOM/UNITAU