Periódico da UNITAU divulga temática do desenvolvimento regional em escala mundial

10/06/2022

Desenvolvimento regional, Artigo, Pesquisa Científica, UNITAU, Mestrado

A Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional (G&DR), da Universidade de Taubaté (UNITAU), completa 18 anos de existência em 2022 com a marca de 4.380 leitores regulares e um histórico consolidado de publicações de artigos científicos com alcance mundial.

Esta é uma publicação quadrimestral do Programa de Pós-Graduação stricto sensu da Universidade, composto pelo Mestrado Profissional em Gestão e Desenvolvimento Regional e Mestrado Acadêmico em Planejamento e Desenvolvimento Regional.

A segunda edição do volume 18 da G&DR já está disponível para consulta e conta com textos de pesquisadores do Chile e de Portugal, além de representantes dos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Bahia e Mato Grosso do Sul.

Com a classificação A2 pela Qualis Periódicos, a G&DR tem uma política editorial de excelência. No ano passado, por exemplo, foram recebidas 333 submissões, das quais 57 resultaram em publicações.

“Tivemos quase um artigo apresentado por dia no ano passado. Em média, saem publicados 20 artigos por edição. Estamos otimistas quanto à atualização de nossa classificação para A1 este ano”, afirma a editora executiva da revista e coordenadora adjunta dos mestrados, Profa. Dra. Monica Franchi Carniello.

Desde a edição de janeiro de 2020, a G&DR passou a publicar todas as edições bilíngues. Os textos são publicados no idioma original da submissão e em inglês para dar mais visibilidade às publicações para a comunidade científica internacional.

“Quando criamos a revista, em 2004, tínhamos três coisas em mente: planejamento, gestão e desenvolvimento regional. O foco inicial foi a gestão, mas hoje temos de 60% a 70% dos assuntos relacionados ao desenvolvimento: políticas públicas, assimetrias regionais do que convencionamos chamar de ‘Brasil Profundo’, processos de internacionalização no contexto latino-americano”, comenta o editor chefe da revista e coordenador geral dos mestrados, Prof. Dr. Edson Aparecida de Araújo Querido de Oliveira.

Para se ter uma ideia do alcance do periódico, entre 8 de fevereiro e 8 de junho deste ano, foram registradas 23.102 visitas por parte de leitores do Brasil e de mais 73 países. Em nível internacional, Portugal e Estados Unidos lideram as visualizações, mas também existem registros de localidades da África, da Ásia e da Oceania. “Temos recebido publicações da Ásia e do Oriente Médio e fico surpreendido ao receber materiais da Rússia, da China”, avalia o editor.

Além dos conteúdos das edições quadrimestrais, a G&DR também contempla dossiês temáticos com questões de relevância junto à sociedade. “Temos os nossos números regulares com temas relacionados ao desenvolvimento regional e dossiês temáticos como o que tivemos sobre a Covid-19, com mais de 100 submissões apresentadas”, destaca o professor Edson.

A temática do desenvolvimento regional desperta interesse entre os alunos que integram os cursos de mestrado oferecidos pela UNITAU. O processo seletivo para a nova turma do segundo semestre de 2022 já foi concluído e atingiu sua totalidade. Atualmente, o curso conta com alunos dos estados de Goiás, do Maranhão, do Rio de Janeiro, de Rondônia, de São Paulo e do Tocantins.

Mais informações sobre os cursos de pós-graduação oferecidos pela Universidade podem ser obtidas aqui.

ACOM/UNITAU