Oficinas da PRPPG abordam empreendedorismo no HITT

16/03/2022

UNITAU, Aluno, HITT, Oficinas, Oportunidade, Empreendedorismo, Pós-graduação

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação (PRPPG) da Universidade de Taubaté (UNITAU) retoma em março o ciclo de oficinas de 2022 com informações a respeito do Hub de  Inovação Tecnológica de Taubaté (HITT). Serão realizadas duas oficinas, nos dias 16 e 30 de março, de forma remota, com inscrições pela plataforma Teams.

As oficinas terão formato de palestra e serão ministradas pelo gestor do HITT, Prof. Esp. Altair Emboava. A oficina do dia 16 acontece às 17h e vai abordar o que é e como funciona o HITT. Já a outra oficina será realizada no dia 30 de março, no mesmo horário, falando sobre como as pessoas podem desenvolver seus projetos junto ao HITT.

O HITT é um local onde ocorrem trocas de conhecimentos, exercitando a criatividade para colocar em prática ideias e projetos, podendo trazer um retorno financeiro futuramente. Neste local é trabalhada a inovação, o empreendedorismo e a compreensão de como transformar ideias em produtos ou serviços promissores. Os futuros empreendedores poderão contar com  o suporte de empresas, universidades, investidores e, principalmente, mentores do mercado para assistência em múltiplas questões. O resultado final é a criação de uma startup. O HITT está instalado no Via Vale Shopping, em Taubaté.

  “O HITT é para aqueles que gostam de pensar no seu próprio negócio, ser protagonista do seu caminho, construir seu destino. Você pode querer um emprego, mas você tem também outra possibilidade, que é ser empreendedor através de seu conhecimento”, declara o professor Altair.

Segundo o gestor do HITT, os estudantes de pós-graduação da UNITAU têm condições de desenvolver ideias empreendedoras que possam ser transformadas em produtos. 

“As vagas no projeto são limitadas. Para ter a oportunidade de inserir sua ideia no HITT, é necessário que ela passe por um processo seletivo, feito por uma banca formada por profissionais que já estão no mercado, pessoas com uma percepção maior se a ideia é viável. É avaliada a formação do candidato, a ideia que ele está propondo, a maturidade da ideia, em que estágio ela está, se tem a possibilidade de gerar uma inovação no mercado de trabalho, e se tem uma perspectiva financeira”, complementa.

Como amostra do sucesso do HITT, professor Altair cita que já foram gerados até o momento 421 empregos. “Esse é um dos principais indicadores de satisfação, que tem como consequência uma contribuição para a sociedade e para a economia da cidade”.

Mariana Capibaribe

ACOM/UNITAU