UNITAU cria Escritório de Relações Internacionais

08/10/2021

UNITAU, PREX, Extensão, Internacional, Intercâmbio, Aluno

Segundo os dicionários, a palavra interculturalidade está relacionada às trocas entre culturas diferentes. Nas universidades, isso pode ocorrer no processo de internacionalização, o que torna a educação superior mais ajustável aos desafios relacionados à globalização. Na Universidade de Taubaté (UNITAU), o Escritório de Relações Internacionais (ERI), institucionalizado pelo plenário do Conselho Universitário (Consuni) em 14 de setembro, deve fortalecer as relações com instituições de ensino e com pesquisas estrangeiras.

Serão atribuídos ao ERI acordos internacionais de cooperação acadêmica, científica e tecnológica, o que permitirá o avanço nas atividades de pesquisa. Além disso, também será desenvolvido o acompanhamento no processo de mobilidade acadêmica para missões de estudo profissional, com a possibilidade de aprofundamento no conhecimento. O escritório deve, principalmente, estimular a cultura da internacionalização na UNITAU.

“Podemos definir a internacionalização da educação superior como um processo que é capaz de integrar uma dimensão internacional e intercultural ao ensino, à pesquisa e aos serviços de uma instituição. Assim, corresponde a um conjunto de esforços para capacitar o ensino superior a responder aos desafios da mundialização da sociedade, da economia e do mercado de trabalho”, comenta a coordenadora de Cooperação Internacional, Profa. Dra. Adriana Leônidas de Oliveira.

O próximo caminho para o desenvolvimento da ERI será estabelecer a equipe, sendo formada por um coordenador,por um professor responsável pelas ações voltadas aos programas de pós-graduação da UNITAU, por um profissional responsável pelo trabalho com línguas estrangeiras e por um servidor técnico-administrativo.

O atual cenário da internacionalização da educação superior demonstra que são múltiplas as possibilidades de se desenvolver a cooperação entre universidades. Como exemplos, temos a colaboração científica, tecnológica ou cultural e equipes conjuntas de pesquisa e publicações. “Com a criação do escritório de relações internacionais, temos a expectativa de fortalecer e de desenvolver cada vez mais a nossa internacionalização”, finaliza a professora.

Linda Uberti

ACOM UNITAU