EdUNITAU bate recorde de acessos virtuais

20/07/2021

EdUNITAU, Livro, Tecnologia, Conhecimento, UNITAU

A Editora da Universidade de Taubaté (EdUNITAU) encerrou o primeiro semestre de 2021 com um recorde de acessos ao catálogo de obras disponibilizadas virtualmente. De janeiro a junho deste ano, foram contabilizados 5.525 acessos, número 28,7% superior ao total de registros de 2020.

Criada em 2012, a editora vem reforçando, desde 2019, o acervo de seu catálogo online. Existem hoje 38 títulos disponíveis, dos quais sete foram lançados nos últimos seis meses.

“O número de acessos apresenta um importante crescimento desde a implantação do catálogo online, em 2019. Nosso próximo passo é divulgar os lançamentos das obras na plataforma Youtube, com participação dos autores e audiência dos usuários”, afirma Felipe Augusto Souza dos Santos Rio Branco, coordenador do Sistema integrado de bibliotecas (SIBi) da UNITAU.

Em relação às estatísticas de 2021, dois livros cuja temática tem ligação com o coronavírus estão entre os quatro mais vistos e correspondem a 19,72% dos acessos. São eles “Psicoterapia infantil online: técnicas e ferramentas desenvolvidas durante a pandemia da covid-19” e “Terapia nutricional em pacientes hospitalizados com covid-19”. “Em nossa área, estudamos as cinco leis de Ranganathan, considerado o “pai” da biblioteconomia. E três dessas leis se encaixam perfeitamente a essa situação: “a cada leitor o seu livro”, “para cada livro o seu leitor”, “poupe o tempo do leitor”. O livro “Terapia nutricional em pacientes hospitalizados com covid-19” é de linguagem acessível e com primeiros estudos direcionados ao coronavírus, um dos assuntos mais procurados no mundo.  Acredito que a facilidade de compartilhamento do livro e o estudo inédito sobre a doença (o livro foi divulgado em abril de 2020) tornaram essa a obra mais acessada até meados de 2021”, complementa Felipe.         

Para o coordenador do SIBi, a publicação dos livros digitais ajuda a democratizar o conhecimento e deve ser uma opção cada vez mais buscada pelas instituições. “Não há dúvida de que os recursos digitais ampliam tanto o acesso quanto a emissão de conhecimento. Sei que a democratização do acesso ao conhecimento necessita de incentivo à inclusão digital e acesso às novas tecnologias de informação e comunicação. Isso se aplica a todas as nações, mas não podemos perder de vista o fato do Brasil ter mais de um smartphone por habitante em uso. Esses dispositivos conseguem facilmente acessar uma publicação da EdUNITAU. Creio que, no futuro, as editoras universitárias seguirão o mesmo caminho adotado por revistas científicas, com publicações somente online”.

O Prof. Me. Luzimar Goulart Gouvêa, assessor de difusão cultural da EdUNITAU, comenta que recentemente a editora passou por uma atualização do edital e do regulamento. Isso implica na ativação do conselho editorial, responsável por aprovar as publicações dos originais que são enviados. “Há um documento a ser enviado, solicitando a publicação e indicando os responsáveis (autores, organizadores etc.). Uma vez aprovada a publicação, os autores/organizadores nos enviam um arquivo com a obra, já revisada. Fazemos o tratamento dos originais e cuidamos de outros aspectos, como o registro do ISBN e, mesmo, ajudamos na criação de lives de lançamento da obra”.

A gestão da EdUNITAU está sob responsabilidade da Pró-Reitoria de Extensão (PREX) da Universidade. A EdUNITAU visa uma ampla perspectiva em suas futuras tendências, com a publicação acadêmico-científica de professores e pesquisadores; a publicação de obras em conjunto com outras instituições de ensino, inclusive internacionais; a publicação de obras para prestação de serviço e caráter extensionista, entre outros planos.

“Os alunos em geral e, mais especificamente, os alunos de graduação e de pós-graduação terão oportunidade, após aprovação nos departamentos e no conselho editorial, de ver seus textos publicados, assim como os professores. O público poderá ter acesso à produção tanto acadêmica quanto de prestação de serviços, como já é o caso de obras que tratam da gestação, na área da saúde e da psicologia, entre outros assuntos”, ressalta o professor.

Os interessados em divulgar trabalhos produzidos na UNITAU devem entrar em contato com a PREX.

 

Liliane Carvalho

ACOM/UNITAU