RMVale mantém 12 cidades no top 100 nacional de desenvolvimento sustentável

11/06/2021

Sustentabilidade, Pesquisa, Meio Ambiente, Ciências Ambientais, UNITAU

Com pouco mais de 6.700 habitantes e um território de 184,4 km², Jambeiro é o destaque da RMVale no ranking nacional de cidades inseridas no conjunto de objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) criados pela Organização das Nações Unidas (ONU). Ao todo, 12 cidades da região integram a lista das 100 melhores classificadas em todo o país.

Um ranking regional foi organizado pelo coordenador adjunto do mestrado profissional em Ciências Ambientais da Universidade de Taubaté (UNITAU), Prof. Dr. Paulo Fortes Neto. Além de liderar o ranking regional, Jambeiro é a 6ª cidade do país. Taubaté ocupa a 11ª posição em escala regional e é a 78ª cidade no Brasil.

O pesquisador elaborou o ranking a partir do Índice de desenvolvimento sustentável das cidades – Brasil (IDSC-BR), ferramenta criada pelo Instituto cidades sustentáveis em parceria com o Sustainable development solutions network (SDSN) e o Centro brasileiro de análise e planejamento (Cebrap).

“Nestes seis anos após a implantação da Agenda 2030 da ONU, os objetivos ainda não tinham sido auditados para verificar como as administrações públicas no Brasil estão atuando para o atendimento das 17 ODS”, afirma o professor Paulo Fortes.

O IDSC-BR é uma ferramenta desenvolvida para estimular e monitorar o cumprimento dos 17 ODS em 770 cidades brasileiras em sua primeira edição.

A metodologia foi elaborada com base em mais de 80 indicadores e o Índice atribui, para cada município, uma pontuação específica por objetivo e outra, a pontuação final de classificação das cidades, para o conjunto dos 17 ODS.

”De um conjunto de 88 indicadores, Jambeiro ganhou a coloração verde em 35 deles, enquanto Taubaté, por exemplo, atingiu essa coloração em 25”, indica o professor.

Com esse primeiro mapeamento, o Prof. Paulo Fortes avalia que as gestões municipais ganham uma importante ferramenta para orientar políticas públicas e para definir referências e metas para integração à mais avançada agenda global de desenvolvimento sustentável.

Confira abaixo a tabela com a classificação e a pontuação das cidades da RMVale.

 

 

Cidades

Classificação Nacional

Pontuação

1 - Jambeiro

6o

69,31

2 - Silveiras

12o

68,12

3 - Santo Antônio do Pinhal

19o

66,97

4 - Ilhabela

23o

66,36

5 - Campos do Jordão

31o

66,01

6 - São Bento do Sapucaí

37o

65,26

7 - São Sebastião

42o

65,13

8 - Monteiro Lobato

50o

64,69

9 - Caraguatatuba

63o

63,88

10 - Cachoeira Paulista

69o

63,51

11 - Taubaté

78o

62,87

12 - São José dos Campos

100o

62,04

13 - Ubatuba

103o

61,97

14 - São Luis do Paraitinga

112o

61,65

15 - Roseira

123o

61,37

16 - Arapeí

127o

61,28

17 - São José do Barreiro

134o

61,07

18 - Lorena

139o

60,97

19 - Jacareí

142o

60,94

20 - Aparecida

145o

60,76

21 - Caçapava

172o

59,94

22 - Piquete

179o

59,84

23 - Lagoinha

188o

59,60

24 - Santa Isabel

197o

59,51

25 - Pindamonhangaba

199o

59,49

26 - Cruzeiro

201o

59,47

27 - Guaratinguetá

218o

58,79

28 - Guararema

226o

58,61

29 - Santa Branca

249o

57,87

30 - Paraibuna

256o

57,67

31 - Bananal

271o

57,26

32 - Tremembé

300o

56,44

33 - Natividade da Serra

318o

55,91

34 - Canas

321o

55,84

35 - Redenção da Serra

373o

54,66

36 - Potim

385o

54,51

37 - Lavrinhas

394o

54,35

38 - Queluz

402o

54,19

39 - Cunha

440o

53,06

 

ACOM/UNITAU