Oficina debate geração de energia renovável com microalgas

27/05/2021

Oficinas, Meio Ambiente, Acontece, Agronomia, Ciências Ambientais

A 36ª edição do ciclo de oficinas desenvolvido pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) da Universidade de Taubaté (UNITAU) foi remanejada para o dia 8 de junho. A atividade é dedicada às energias renováveis e vai abordar o cultivo de microalgas para a produção de biodiesel.

A oficina remota, com transmissão pelo Microsoft Teams, acontece a partir das 18h, com a participação do Prof. Dr. Messias Borges Silva. O pesquisador atualmente é professor assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e docente da Escola de Engenharia de Lorena-USP.

“O professor Messias já trabalhou com a gente no curso de pós. Ele desenvolve um trabalho muito interessante a respeito dessa questão”, afirma o Prof. Dr. Paulo Fortes Neto, coordenador do curso de Gestão de resíduos industriais, urbanos e rurais da UNITAU.

De acordo com o Prof. Paulo Fortes, as microalgas podem ser criadas em tanques com água servida, onde é feito o pré-tratamento de esgoto. Nesse ambiente, elas sequestram o gás carbônico da atmosfera para a fotossíntese e, no processo, produzem ácido graxo e amido.

“Do ácido graxo nós conseguimos obter o biodiesel e do amido conseguimos obter o etanol. A biomassa gerada desse processo também pode ser usada para a produção de suplementos nutritivos, ração animal, cosméticos. E, além disso, as microalgas retiram o CO² da atmosfera e ajudam a tratar a água”, completa o prof. Paulo Fortes.

O Prof. Paulo comenta que esta é uma tecnologia relativamente recente e que, no Brasil, é desenvolvida por alguns institutos, entre eles a Empresa brasileira de pesquisa agropecuária (Embrapa).

“Pensamos no desenvolvimento de um protótipo de um tanque aqui no Departamento de Agronomia”.

Mais informações sobre as oficinas da PRPPG podem ser obtidas aqui.

 

ACOM/UNITAU