Mestrado em Desenvolvimento Humano reúne gestoras públicas

08/03/2021

Mestrado, Dia da mulher, Egresso, Carreira, DESTAQUE

O que uma prefeita, duas secretárias municipais de Educação e uma coordenadora de museu têm em comum? Essas quatro mulheres, que ocupam cargos de relevância na administração pública na região, fortaleceram suas formações profissionais com passagens pelo curso de Mestrado em Desenvolvimento Humano da Universidade de Taubaté (UNITAU).

Neste Dia Internacional da Mulher, aproveitamos esses quatro exemplos para homenagear todas as profissionais que buscam, em seu desenvolvimento, melhores formas de se relacionar com o mundo.

Pétala Lacerda, Rosemary Prado Lopes Silva e Gabriela Antonia Correa da Silva são egressas do curso. Nathalia Novaes está na fase de conclusão de sua dissertação de mestrado.

Pétala assumiu a Prefeitura de Caçapava neste ano e nomeou Rosemary sua secretária de Educação. Gabriela iniciou 2021 como titular da Secretaria de Educação de Taubaté. E Nathalia foi nomeada, em dezembro do ano passado, coordenadora do Museu Histórico, Folclórico e Pedagógico Monteiro Lobato.

Em comum, as participantes do curso de mestrado apresentam como principal característica a possibilidade de interação com diversas áreas do conhecimento.

“Por ser um mestrado interdisciplinar, ele traz para quem vai para essa área de estudo uma visão de intersetorialidade. Para o gestor público, isso é muito importante. Esse leque de possibilidades, de perspectivas de vida e de formação de pessoas traz uma robustez nas linhas de pesquisa e no impacto profissional”, afirma a prefeita Pétala.

Em Taubaté, Nathália avalia que o mestrado trouxe a possibilidade de estudar os contextos históricos, políticos, econômicos e culturais e discutir as leituras sobre os impactos das mudanças em curso na sociedade e nas políticas sociais do país. “O curso me permitiu costurar esses conhecimentos adquiridos com a minha atuação profissional atual e o objeto da minha pesquisa: a educação patrimonial”.

O Mestrado em Desenvolvimento Humano da UNITAU completa 11 anos de existência com mais de 200 egressos em diferentes áreas de atuação, como médicos, enfermeiros, psicólogos, professores, advogados e gestores.

“Nosso mestrado é acadêmico. Ele forma o pesquisador, deixa-o apto a questionar, a investigar problemas, a buscar soluções e trabalha a maneira como ele vai se relacionar com o mundo. Ao investigar a ciência do desenvolvimento humano, ele também se desenvolve pessoalmente”, conclui a coordenadora do curso, Profa. Dra. Alexandra Magna Rodrigues.

Candidatos aprovados no processo seletivo para o mestrado têm de hoje (8) até o dia 12 de março para efetivar suas inscrições. A aula inaugural está prevista para ocorrer no dia 16 e o início das aulas regulares deve ocorrer a partir do dia 18.Mais informações sobre o curso podem ser obtidas aqui.

 

ACOM/UNITAU