Alunas encontram na graduação uma oportunidade de ajudar o próximo

04/03/2021

UNITAU, Destaque, Aluno, Pandemia, Psicologia, Graduação

Durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, diversas profissões foram destacadas pela importância na contribuição social. Uma delas foi a Psicologia, que se mostrou fundamental para a sociedade, que teve de lidar com diversas mudanças bruscas e de se readaptar ao “novo normal”. Nesse cenário, o profissional se adaptou e trouxe muitas outras formas de atuação. Não se limitou ao atendimento físico e migrou, também, suas atividades para o online.

Na graduação, não foi diferente. As alunas Marina Luiza dos Santos, Lígia Lima Santos e Larissa Frade Moscargo, que estão no último ano do curso de Psicologia da Universidade de Taubaté (UNITAU), também tiveram de se adaptar à nova rotina de estudos e de trabalho. As colegas comentam que passaram por alguns desafios profissionais e pessoais durante o início da pandemia, como, por exemplo, a disciplina com os estudos “Eu tive de me adaptar à situação e fazer acontecer”, diz Larissa.  

Lígia também conta que teve de enfrentar questões emocionais e psicológicas depois de uma perda de um grande amigo e ressalta que essas situações a fizeram construir uma capacidade de resiliência ainda maior. “Existe uma Lígia antes e depois de 2020. Eu me sinto muito mais forte e capaz de lidar com a vida”, relata a estudante. Marina, representante da turma, tentou ajudar seus colegas de classe durante os desafios da pandemia, mas também teve de se adaptar aos contratempos para conseguir conciliar a rotina de casa com os estudos.

Cada uma com a sua rotina e com os seus desafios, mas uma coisa em comum: o objetivo de ajudar o outro com todos os aprendizados já adquiridos ao longo do curso de Psicologia. Ouvindo muitos relatos de pessoas que não estavam bem e que não aguentavam mais o isolamento, as estudantes perceberam o quanto a profissão escolhida era essencial neste momento e em tantos outros e, por isso, foram motivadas a continuar a graduação.  As alunas também reforçam que traçar objetivos finais e relembrar do sonho de se tornarem psicólogas foram dois grandes incentivos em meio a todas as dificuldades que enfrentaram.

Com organização, as alunas encontraram novos métodos de dedicação, como os estágios, projetos e atendimentos que aconteceram de forma remota. As colegas fizeram da pandemia uma oportunidade para o desenvolvimento profissional e pessoal. Marina iniciou uma rede social profissional e se dedicou a oferecer dicas e conteúdos que contribuíssem para a saúde mental da população. Já Larissa trouxe a orientação profissional com os alunos do ensino médio e se dedicou a um projeto sobre a importância do esporte. E Lígia desenvolveu ações sobre educação financeira, no online.

Além das atividades práticas, as universitárias pensaram em diversas estratégias para alcançar seus objetivos. Elas concordam que manter o ambiente de estudos organizado, estabelecer horários, fazer anotações e não deixar atividades para a última hora são dicas preciosas para esse período.

“A pandemia é desafiadora, e lidar com isso é viver. A vida é assim, um eterno desafio”, conclui Larissa.

Conheça o curso de Lígia, Marina e Larissa e os mais de 30 cursos disponibilizados pela UNITAU. A preparação de hoje fará toda a diferença amanhã.

O ensino nos une, não importa a distância.

 Linda Uberti

ACOM/UNITAU