Aluna do curso de Letras da UNITAU ganha destaque em Fórum Nacional de Ensino Superior

17/11/2020

Destaque, Aluno, UNITAU, Evento, Letras

A história de uma universidade vai muito além dos anos de existência no mercado. Cada aluno, que escolhe uma instituição para aprimorar seus conhecimentos e desenvolver novas habilidades, contribui para a história da universidade, seja durante ou depois da graduação. Este é o caso da Karina Bittencourt, formada em 2013 no curso de Publicidade e Propaganda pela Universidade de Taubaté (UNITAU), que decidiu continuar se dedicando aos estudos e iniciar uma segunda graduação. Atualmente, Karina é estudante do 4º semestre do curso de Letras da UNITAU e levou todos os aprendizados da sala de aula para o 22° Fórum Nacional de Ensino Superior (FNESP).

O FNESP é um dos maiores encontros da América Latina voltados à educação superior e, dentro dele, acontecem diversas iniciativas, como o concurso do 3º "Hacklab", uma maratona empreendedora universitária para que se desenvolva um produto ou serviço para as universidades, em que a startup campeã recebe uma premiação de R$ 10.000,00. Por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, o evento ocorreu totalmente on-line e contou com a participação de mais de 1.800 pessoas. A temática deste ano foi o "reset", verbo que traduz as experiências de diversas instituições ao longo de 2020, que tiveram que "resetar" todas as suas atividades presenciais e desenvolverem, então, adaptações para o meio virtual.

A estudante logo soube do evento pela UNITAU e não hesitou em participar dele. Karina, juntamente com sua equipe, desenvolveu o "Next us", um portal educacional que permite ao aluno a criação de um personagem (como um avatar). Após a escolha do personagem, o participante realiza uma série de desafios em formato de jogos, que trilham a jornada estudantil até a vida profissional. O projeto foi avaliado pela comissão do Fórum e, dentre tantos inscritos, foi selecionado para o desenvolvimento e para a apresentação em forma de "pitch" (de 3 a 5 minutos de duração).

“Nosso projeto tinha como foco suprir a necessidade da prática, pois muitos alunos abandonaram o ensino superior em 2020 por conta da mudança do presencial para o on-line. Eles sentiam falta das práticas e das trocas que eles podiam ter em sala de aula”, comenta.

Para a aluna, o contato com os professores na sala de aula e a troca de experiências com os colegas de classe garantem mais aprendizado e sucesso no mercado de trabalho e, consequentemente, destaques em congressos e fóruns como esse. “Pude levar para o evento as bagagens acadêmicas que tive na Universidade. Levei todos os questionamentos que fazemos em sala de aula, apontamentos de novas perspectivas de métodos de avaliação, didática e procedimentos. Eu me perguntava sobre o que fazer para melhorar a relação do aluno com a prática e o aprendizado genuíno”, pontua a universitária sobre como teve destaque nas apresentações avaliadas por mais de 700 gestores educacionais.

Para a Pró-reitora estudantil, Profa. Dra. Máyra Cecilia Dellú, que também participou do evento, os estudantes devem aproveitar as oportunidades e vivências que estão disponíveis em diversas ferramentas e caminhos. “Muitas oportunidades se abrem para aqueles que se mantêm disponíveis ao aprendizado, em constante atualização e educação permanente”, reforça a professora.

O ensino nos une, não importa a distância.

Linda Uberti
ACOM/UNITAU