Mestrado em Desenvolvimento Humano da UNITAU realiza 2º Seminário Interdisciplinar

19/06/2020

Acontece, Pós-graduação, PRPPG, Professor, Aluno, Ser melhor

Na próxima terça-feira, dia 23, às 16h, o curso de Mestrado em Desenvolvimento Humano do Programa de Pós-graduação da Universidade de Taubaté (UNITAU), que completou 10 anos em 2020, realiza o 2º Seminário Interdisciplinar com o tema: Periferia, Pandemia e Precarização do Trabalho. A atividade acontece pela plataforma zoom e conta com a participação do Prof. Dr. Ruy Gomes Braga Neto, sociólogo da Universidade de São Paulo (USP), e de Helena Silvestre, militante de movimentos populares urbanos e editora da revista Amazonas. “O objetivo do Seminário é refletir sobre os impactos da pandemia de coronavírus no desenvolvimento humano, em uma abordagem interdisciplinar, dando enfoque especialmente ao impacto da pandemia na periferia e na intensificação da precarização do trabalho”, conta a Profa. Dra. Rachel Abdala, responsável pela organização do evento.

Os seminários interdisciplinares acontecem bimestralmente e fazem parte da estrutura do programa de mestrado da Universidade de Taubaté (UNITAU). Com a pandemia do novo coronavírus, os eventos da UNITAU estão acontecendo de forma remota, porém com a mesma relevância para os alunos. “Entendemos que a formação dos estudantes que estão no Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano ultrapassa a dimensão do ensino e requer participação nos debates contemporâneos. Nossa finalidade é trazer elementos da realidade que contribuam com suas pesquisas, de modo a qualificá-las”, comenta a Profa. Dra. Angela Michele Suave, docente do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Humano da UNITAU e mediadora do Seminário.

Confira as informações:

Data: 23/06

Horário: 16h.

Participe pelo link: https.://zoom.us/j/97942120263.

Convidados: Prof. Dr. Ruy Gomes Braga Neto, sociólogo da Universidade de São Paulo (USP), e Helena Silvestre, militante do movimento de mulheres e de moradia e editora da revista Amazonas.

O ensino nos une, não importa a distância.

Raíssa Santos

ACOM/ UNITAU