Projeto para a produção de máscara protetora facial acontece na UNITAU

08/05/2020

Comunidade, Professor, Aluno, Coronavírus

O Prof. Me. Pedro Marcelo Alves Ferreira Pinto, diretor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Taubaté (UNITAU), está realizando, com outros docentes e alunos voluntários da Instituição, a fabricação de um modelo de máscara de proteção facial de baixo custo, que será doada para os profissionais da área da saúde e também para outros profissionais autônomos de diversas atividades.

A faceshield é um tipo de protetor facial que permite o aumento da proteção e da segurança dos profissionais ao terem contato com outras pessoas. “É uma barreira física transparente que impede que a saliva e fluidos corporais sejam arremessados ao falar, tossir ou espirrar, e o principal é que atende os requisitos geométricos mínimos estabelecidos e está dentro das normas recomendadas pelos órgãos competentes, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, explica o docente.

Como é fabricada com um polímero transparente, pode ser higienizada com água e sabão neutro, ou com álcool em gel, permitindo ser reutilizada sem limitação. O custo médio para a produção de cada máscara é de aproximadamente R$5,00.

Para a produção, está sendo utilizada a infraestrutura do campus da Juta da UNITAU e, inicialmente, serão disponibilizadas um total de 300 unidades.

Um dos maiores objetivos do projeto é contribuir para esse momento difícil de necessidade emergencial por conta da Covid-19. “A sensação de ser útil, de ajudar nessa situação de pandemia, além da oportunidade de fazer algo de bom para quem precisa, principalmente para aqueles que estão na linha de frente, é muito gratificante’’, finaliza o Prof. Me. Pedro Marcelo, responsável pelo projeto.

O projeto, por meio do Centro Acadêmico Isaac Newton, está recebendo doações para a confecção de mais máscaras. Para participar, clique aqui.

O ensino nos une, não importa a distância.

 

Raíssa Santos

ACOM/UNITAU