Voz, resiliência e representatividade

29/03/2020

Egressa, Perfil, Empreendedora, Dia da mulher, Jornalismo

Microfone é companheiro de cantorias, de discursos e, até mesmo, de revoluções. Ele é responsável por amplificar sons, fazendo o público focar naquele que o tem em mãos. Algumas crianças têm amigo imaginário, Leniza tinha o “amigo inseparável”: o microfone. E foi com ele que, aos dez anos, após escrever uma peça de teatro com o tema “Natal”, ela e seus primos fizeram uma apresentação no quintal da casa da anciã da família. Na plateia, uma pessoa muito importante assistia. “Uma mulher referência em minha vida, meu maior exemplo de mulher vitoriosa!”, revela Leniza sobre a sua avó.

A menina, nascida em Lambari/MG, deixou o microfone feito de papelão para segurar um verdadeiro. “Os anos se passaram e me vi no dia a dia com esse instrumento inseparável. Minha voz saiu e ecoou em muitos lugares: no campo, na cidade, no hospital, no meio do povo, na chuva, na enchente, no inverno e no calor. Mas, para que tudo isso acontecesse, entrei pelo portão acolhedor da Universidade de Taubaté – UNITAU”. Foi com essas palavras que Leniza começou a contar sua trajetória profissional.

Educadores e amigos se tornaram referência de conhecimento e de descobertas, enchendo, cada vez mais, os olhos de Leniza com a vontade de transmitir a todos o que aprendeu. Após algumas cenas em sua vida, quem ligasse a televisão poderia ver esta jornalista falando as novidades do dia. Entretanto, cena cortada: Um Acidente Vascular Cerebral (AVC) tomou conta do “set”! Junto com ele, veio a resiliência: mais força e garra profissional. E, assim, Leniza decidiu mudar o enredo de sua história.

Leniza Krauss, egressa de jornalismo e CEO da agência A Expressão 5

Os quatro cantos do Brasil mostram a grandeza e as diversas possibilidades existentes no país. E foi pensando nisso que Leniza deu voz ao empreendedorismo. “Senti que eu teria um lugar para continuar criando espaço no trabalho, como mulher, e na área da comunicação, como empreendedora. A agência A Expressão 5 foi criada com a paciência das possíveis dificuldades e barreiras, mas sempre com a certeza de que uma empreendedora tem de estar preparada e saber da responsabilidade social que isso representa”, relata a CEO da A Expressão 5.

Leniza: jornalista, empreendedora e mãe de dois filhos. Agora, faz deste texto o seu “amigo inseparável”, o microfone, para que a sua mensagem chegue a todas as mulheres. “O Dia Internacional das Mulheres existe para mostrar a todos o nosso valor. No meu caso, para mostrar a minha capacidade de empreender, após trilhar uma estrada de estudo, e, hoje, estar contribuindo e ajudando pessoas nesta roda gigante que é a nossa vida profissional. Se alguma mulher estiver nessa procura, nunca deixe de sonhar! O mundo existe e está em constante mudança. Mulher sonhadora pode acordar uma empreendedora!”, encerra Leniza.

Nathalia Querol - texto

Arquivo pessoal - fotografias