A educação e seu poder transformador

06/12/2019

Gestão, Homenagem, Artigo, 45 anos UNITAU

Dia desses, voltando de uma entrevista em uma rádio, vi uma cena daquelas que enchem o coração de orgulho. No alto do Cristo, ponto turístico de Taubaté, estudantes da nossa UNITAU acompanhavam uma turma de alunos da rede municipal de ensino.

Eles mostravam às crianças uma visão panorâmica de nossa cidade. De lá, eles partiram para outros pontos da cidade como a bica do bugre, o mercado municipal, os museus. Esse tour faz parte do projeto Leitura da Cidade, um dos 40 projetos de extensão que a UNITAU realiza.

Essa atuação junto às escolas é possível graças a um convênio que a Universidade mantém com a prefeitura. Em 2019, foram cerca de 20 projetos realizados com professores da UNITAU e mais de 200 bolsistas da Universidade. Da rede municipal, são mais de 20 mil alunos impactados com projetos nas áreas da saúde, educação, cultura, tecnologia e sustentabilidade.

Eu não tenho dúvidas que a educação tem o poder transformador. A vocação educacional transformou Taubaté, que, no início da década de 1970 despontava como polo industrial, mas, se tornou também referência em Ensino Superior com a criação da UNITAU, a partir da união de seis faculdades.

À frente da Universidade nesta época estava o professor José Alves, nosso primeiro Reitor, que recebi na Reitoria no início desta semana. Durante a conversa, ficou evidente a importância de nossa UNITAU para a transformação, não só de Taubaté, mas dos mais de 100 mil profissionais que formamos ao longo desses 45 anos.

Muita coisa mudou no universo da educação ao longo dessas quase cinco décadas. Mas a troca entre a academia e a sociedade é o que mantém a UNITAU como uma instituição forte e reconhecida.

Somos a UNITAU. Uma instituição que tem orgulho de contribuir para nossa Taubaté ser cada vez melhor.

Profa. Dra. Nara Lucia Perondi Fortes é Reitora da UNITAU

Foto: Mayra Salles/ACOM