Ex-aluno da UNITAU desenvolve projeto sobre História de Taubaté

14/11/2019

Projetos, História, Educação, Ex-aluno

Para apresentar a história de Taubaté a alunos da rede municipal de ensino, Gustavo Miragaia, ex-aluno de História da Universidade de Taubaté (UNITAU) e atualmente professor da rede municipal de ensino de Taubaté, criou o projeto Histau (História de Taubaté).

            O nome do projeto foi dado pelos próprios alunos. O Histau tem como objetivo estudar a História de Taubaté a partir de seus patrimônios e museus, proporcionar aos alunos o contato com bens históricos da cidade. “Tenho um vínculo grande com a cidade, por isso a motivação em desenvolver este projeto. Além do Histau, já desenvolvi também projetos voltados para a educação patrimonial”, comenta Gustavo.

Conhecendo a história in loco

            No dia 12,  alunos de turmas de sétimos anos da Escola Municipal Anna dos Reis Signorini a locais históricos da cidade de Taubaté, como o Museu Histórico de Taubaté, o Arquivo Histórico de Taubaté, a Pinacoteca Anderson Fabiano, ao Bairro da Monção, ao Convento de Santa Clara, o Museu da Imagem e do Som de Taubaté-MISTAU, o Museu da Imigração Italiana e o Museu Agrícola, ambos em Quiririm.

            No Museu Histórico de Taubaté, Paulo Camilher Florençano, o grupo foi recebido pela equipe do Museu, pelo Secretário de Turismo e Cultura de Taubaté, Márcio Roberto Carneiro e pela Profa. Dra. Rachel Duarte Abdala, professora do Curso de História da UNITAU, que é membro do Conselho Municipal de Patrimônio de Taubaté.

            “Além do conhecimento sobre a História local e da cidade propiciado aos alunos por meio deste projeto, a iniciativa também se destaca pela promoção da aproximação entre o ensino básico e a universidade”, comenta a professora Rachel.

Formação de qualidade

Formado em História pela UNITAU, Gustavo relembra os tempos de universitário. “Sou grato pela formação que tive. Tive aula com grandes professores que me deram uma bagagem cultural que é um diferencial que me faz sentir amplamente bem posicionado no mercado de trabalho”, comenta.

            A visita foi preparada com a participação de Maysa Capeleti Lobato de Melo, aluna do 2º semestre do curso de História e que foi aluna de Gustavo Miragaia no Ensino Médio. “A participação da Maísa foi fundamental. Enquanto eu falei sobre a parte histórica do Brasil, ela fez a instrumentalização na parte específica de Taubaté”, afirmou Gustavo, e continua “Devemos estar em constante adaptação ao mercado e a essas novas tendências pedagógicas. Se reciclar é fundamental”, finaliza o ex-aluno.

ACOM/UNITAU

Foto: Arquivo pessoal