Bolsas de estudo 2020: servidores terão desconto de 30%

12/11/2019

Balbi, Ser melhor, Gestão, Bolsa de estudo, Professor, Servidor

Como forma de tornar a gestão mais participativa, os servidores da Universidade de Taubaté (UNITAU) puderam discutir sobre a deliberação de bolsas de estudo para 2020. 

O encontro aconteceu terça-feira, 12, no auditório da Engenharia Civil, e foi a oportunidade da gestão apresentar e tirar dúvidas dos servidores sobre o projeto de deliberação de bolsas de estudo. Para ter validade, as deliberações apresentadas precisam ser aprovadas no Conselho de Administração (Consad). A reunião acontece dia 21 de novembro.

Novas bolsas

Para 2020, a proposta da Universidade é oferecer novas bolsas no valor de 30% de desconto para todos os servidores ativos (efetivos e estáveis) e servidores inativos, além de cônjuge, companheiro e dependentes desses servidores.

Além disso, haverá a possibilidade de solicitar bolsa de 40% a 80%. Esses benefícios serão concedidos apenas para os servidores ativos e dependentes a partir de critérios socioeconômicos e disponibilidade orçamentária.

Confira o projeto de deliberação de bolsas para graduação aqui.

O projeto de deliberação de bolsas para o Colégio UNITAU pode ser acessado aqui.

Vale lembrar que as novas deliberações podem sofrer alterações no Consad. A próxima reunião está marcada para o dia 21 de novembro. Somente após aprovação no Conselho que a deliberação passa a ter validade.

Perguntas frequentes

Quem tem direito de solicitar a bolsa?
Os servidores ativos (efetivos e estáveis), os inativos e seus dependentes (cônjuges, filhos, enteados e tutelados).

Quem já tem bolsa terá os benefícios mantidos?
Sim, quem tem bolsa de acordo com deliberações antigas, o desconto aplicado se mantém.

Por que a Universidade não disponibiliza mais que 30%?
A porcentagem de 30% é o valor de concessão para todos os interessados que queiram pedir novas bolsas. Se houver a carência necessária para um percentual maior como 40 ou até 80%, deve-se solicitar a análise técnica socioeconômica.

Essa bolsa será estendida para os cursos EAD?
Não será, ela se aplica somente para os cursos presenciais.

Tenho uma dúvida em relação à análise socioeconômica. Minha filha tem bolsa da deliberação antiga e está no 2º ano do Ensino Médio do Balbi. Quero colocar meu filho no 1º Fundamental ano que vem no Colégio. Eu posso entrar com o pedido de análise socioeconômica para o meu filho?
Sim. Essa é uma nova concessão. O servidor tem direito de solicitar apenas uma avaliação socioeconômica nesta nova deliberação. Os 30% são concedidos para todos os pedidos, mas a avaliação socioeconômica será feita apenas para uma bolsa.

Tenho um filho que é contemplado pela bolsa no Colégio, no ano que vem, se ele entrar na Graduação, é considerado renovação?
Não. Não é considerado renovação, pois é nível de ensino diferente.

Meu filho é contemplado pela bolsa no Ensino Fundamental, ele mantém esse benefício até o final do Colégio ou cessa quando termina o Fundamental?
Do 1º ano 9º ano mantém o benefício atual. Passando para outro nível de ensino, ou seja, Ensino Médio ou técnico, vai para a nova deliberação.

ACOM/UNITAU

Foto: Leonardo Oliveira/ACOM